"...Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronte
ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus..."

Apocalipse 14:9-10


Artigos /

Autor: Filipe Reis


PAPA FRANCISCO: UNIDADE CRISTÃ NÃO É OPCIONAL

Falando durante a Audiência Geral semanal, o Papa antecipou a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, que acontece de 18 a 25 de janeiro. Ele observou que a Semana de Oração anual, sobre o tema “Justiça, e apenas justiça, você deve prosseguir”, começa com a celebração das Vésperas na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, na sexta-feira. “Mais uma vez, este ano somos chamados a orar para que todos os cristãos possam mais uma vez ser uma única família, de acordo com a vontade de Deus, ‘para que todos sejam um’”, disse ele.

 

O Papa Francisco apelou aos cristãos de todo o mundo para que rezem e trabalhem em prol da plena unidade cristã. O Papa lembrou aos fiéis que “o ecumenismo não é algo opcional”, e visa “desenvolver um testemunho comum e consistente que promova a verdadeira justiça e o apoio aos mais fracos através de respostas concretas, apropriadas e efetivas”.

 

A “Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos” é uma época em que os cristãos são lembrados da oração de Jesus por Seus discípulos de que “eles possam ser um para que o mundo creia” (João 17:21). É uma ocasião para cristãos de diferentes denominações se unirem para orar pela sua unidade e participar de celebrações ecuménicas especiais e serviços de oração. Fonte: Vatican News

 

Nota: os incentivos à unidade entre os cristãos não são algo novo, principalmente vindo do Papa. Contudo, a ideia de que essa unidade, que é um objetivo dos esforços ecuménicos, é algo de obrigatório, implica uma abordagem totalmente diferente e que levanta várias interrogações: onde está a liberdade religiosa? Como ficam as questões de consciência? O que fazer aos que não se identificarem e não aceitarem essa união forçada?

 

Uma coisa é certa: Roma afia as garras cada vez mais. Em breve, começará a magoar a sério.


Download